Quarenta e cinco estudantes da 7ª Classe visitaram nesta segunda-feira, 29 de Maio, o Serviço Integrado de Atendimento ao Cidadão (SIAC), com objectivo de vivenciarem as práticas do dia a dia dos serviços disponíveis.

Em alusão ao dia internacional da criança, a iniciativa do SIAC visou igualmente criar uma maior aproximação entre os jovens e os serviços, bem como cultivar hábitos de boa cidadania junto dos mais novos. Os procedimentos, documentos exigidos para tratar o Bilhete de identidade, bem como a importância do número de contribuinte, foram alguns dos serviços com os quais os alunos do Colégio Real Séc. XXI, do Município de Viana tiverem contacto.

Os estudantes foram recebidos pelo Chefe de Departamento da área de qualidade, Mário Inácio, que fez uma breve apresentação da Instituição e explicou a importância de que se reveste a acção.
 “Somos uma instituição que prima pela valorização dos princípios de cidadania, e a faixa etária hoje aqui representada é sem dúvida um exemplo de que é na base que devemos começar. Estes jovens saem daqui com mais conhecimento para passar aos seus familiares, amigos, e são eles o veículo de sensibilização do futuro.”
 No final da visita Maria Ines , mostrou-se satisfeita com o que aprendeu num dia de aulas diferente.“Aprendemos um pouco sobre os serviços, mas o que mais gostei foi de ter ficado a saber mais sobre o bilhete de identidade e da importância de cada um de nós ter o seu número de identificação”, disse.
No âmbito da Responsabilidade Social, os estudantes visitaram também as instalações da escola de Hotelaria e Restauração, e do Centro Integrado de Formação Tecnológica(Cinfotec).
Com 11 unidades de norte a sul do país, o SIAC é uma unidade de atendimento integrado que reúne representações de organismos e empresas no mesmo espaço físico.

 

Fonte: SIAC

A Escola Nacional de Administração (ENAD) vai ministrar, durante o ano 2017, para o sector público administrativo, cinquenta e três cursos, oito workshops, seis seminários, uma palestra e um número estimado de mil 275 formandos, anunciou no dia 14 de Março, o ministro da Administração Pública Trabalho e Segurança Social (MAPTESS), António Pitra Neto.
O governante falava no acto de abertura do ano formativo 2017, e o lançamento dos programas de formação para o sector público, administrativo e para o sector empresarial.

Para além dos cursos contemplados na grelha do programa de formação, poderão ser também realizadas acções formativas por encomenda, nas instalações da ENAD ou do cliente, desde que possuam no mínimo 10 candidatos.

O ministro sublinhou a importância de saber adequar o perfil e o conteúdo das acções de formação às necessidades reais das instituições e dos respectivos quadros, no que diz respeito à elevação dos seus níveis de competências, habilidades e atitudes.

Reafirmou já ter referido em ocasiões anteriores, o contexto interno e externo, as expectativas gerais e particulares, bem como os principais objectivos e tendências de cada ciclo, requerem das instituições administrativas e das empresas, lucidez, inovação, criatividade e pragmatismo.

Realçou que a virtude das organizações e o mérito dos quadros reside na capacidade efectiva de tornar viável e benéfica, no respeito aos princípios e valores universais contemporâneos e às particularidades concretas e aos interesses nacionais, os programas e projectos necessários, que contribuam para o fortalecimento das instituições, o desenvolvimento económico e o bem-estar social.

O ministro afirmou que na prossecução dos objectos os desafios da ENAD, ontem tal como hoje, continuam a afigurarem-se exigentes em proporcionar e garantir a oferta e cursos, palestras e seminários, cuja qualidade, nível, utilidade e oportunidade mereçam a adesão constante e crescente dos funcionários, gestores e público interessado.

Apelou a intensificação do trabalho de relacionamento e articulação com os órgãos de recursos humanos dos organismos e entidade que representam o público-alvo de clientes da escola, tendo presente a necessidade do cumprimento do Decreto Presidencial nº116/13 de 3 de Julho, sobre a formação profissional dos titulares de cargos e chefias na Administração do Estado.

Instituir mecanismos que permitam conhecer periodicamente o "feed-beck" das acções formativas ministradas, e o seu impacto no desempenho técnico e profissional do pessoal formado.

Para poder contribuir para a identificação dos factores ou circunstâncias que dificultam ou enfraqueçam o aumento da eficiência e eficácia dos serviços públicos administrativos, bem como a formulação e apresentação de propostas à respeito.

Neste capítulo, espera-se uma acção mais efectiva do centro de estudos e pesquisa para o desenvolvimento da escola, não só em matéria como também na produção de informação estatística e abordagens de especialidades sobre a administração pública.

Durante o acto de abertura, realizou-se uma palestra sobre “experiência e sapiência do serviço público na Administração pública", no âmbito do Programa de Valorização do Serviço Público”, e a entrega de prémios a quatro trabalhadores que mais se destacaram no ano 2016.

O referido acto, contou com a presença de Gestores de Recursos Humanos, dos Departamentos Ministeriais, Públicos, privados e parceiros Sociais.

Fonte: Angop

O Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTESS) realiza nos dias 24 e 25 do corrente mês, um fórum internacional sobre paradigmas da segurança, higiene, saúde no trabalho, com a participação de especialistas e experts na matéria de legislação laboral.
O fórum irá analisar os aspectos críticos da intervenção da economia nas instituições laborais angolanas, e será presidida pelo titular da pasta, António Pitra Neto.
Durante a convenção internacional o MAPTESS efectuará a evolução do sistema angolano de segurança e higiene saúde no trabalho, os acidentes de trabalho e regime jurídico e versará sobre paradigmas da segurança, higiene, saúde no trabalho.
O evento contará com a presença de membros dos governos, deputados, responsáveis de organismos públicos, empresas públicas, entre outros.

Melhorar o serviço administrativo por via da elevação da sua qualidade, dotando-o de eficiência e eficácia, é uma das metas da Universidade Agostinho Neto, conforme atesta a reitoria da instituição de ensino.

 

Por Rosimaria Sousa


Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.


Para o efeito, a Universidade Agostinho Neto realizou recentemente um seminário subordinado ao tema “Procedimento e Actividade Administrativa na UAN”, cujo objectivo consiste no aprimoramento da gestão da estrutura.
Na ocasião, a reitora da Universidade Agostinho Neto, Maria do Rosário Bragança Sambo, sublinhou a importância das universidades no cômputo das sociedades actuais, exortando a actuação das mesmas no quadro político, social e económico, por via de ideias e estudos.
“O objectivo deste encontro é proporcionar uma oportunidade de re͍flexão colectiva sobre questões e soluções de natureza jurídico-administrativa na gestão universitária”, referiu.
A responsável lembrou igualmente que a Universidade Agostinho Neto, “enquanto instituição da administração pública, deve primar por uma administração exercida de forma ética, em concordância com as formas legais e administrativas emergentes”.
“A melhoria contínua é um d os princípios de gestão da actualidade e pilar das universidades bem-sucedidas, já que é essencial para que uma universidade mantenha os níveis de desempenho”, disse a reitora.
A intervenção da reitora fez parte da conferência inaugural do encontro, onde, de seguida, se assistiu à intervenção de Carlos Feijó, professor titular da Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto. O mesmo falou da “Natureza Jurídica da Universidade Pública e a Relação com o Procedimento Administrativo”.
Segundo a organização, a realização do seminário entendeu com ele contribuir para o reforço da capacidade institucional da Universidade
Agostinho Neto para a realização da sua missão de formação de quadros superiores nos diversos ramos do saber.
Assegurar a melhoria contínua do seu desempenho, através da elevação da qualidade dos seus processos de gestão, para alcançar resultados consistentes e alinhados com os seus objectivos estratégicos e melhorar a eficiência e a eficácia da acção administrativa na gestão do processo de ensino e aprendizagem, visando alcançar resultados consistentes e estratégicos, foram igualmente as directrizes da organização.
O objectivo específico deste encontro é proporcionar uma oportunidade de re͍flexão colectiva e debate sobre questões e soluções de natureza jurídico-administrativa na gestão universitária.
Em termos de resultados, a organização espera que um total de cem agentes, entre os quais políticos e administrativos ao serviço da UAN, reforcem a sua capacidade no domínio do procedimento e da actividade administrativa e elevem o grau da sua competência e eficiência em processos administrativos de gestão universitária.
Por via do efeito multiplicador dos resultados do encontro, na sua dimensão de formação, capacita um mínimo de 160 quadros intermédios.
Entre responsáveis e técnicos de apoio dos serviços da reitoria, no domínio do procedimento para a cultura da qualidade na acção da direcção universitária.
O seminário ficou a cargo dos docentes Carlos Feijó, Raul Araújo, Carlos Teixeira, Valentim Comboio e Norberto Capeça. O mesmo foi dirigido aos vice-reitores, decanos e directores das unidades orgânicas, vice-decanos e chefes de departamento do gabinete jurídico e recursos humanos.
Os intervenientes falaram igualmente sobre o “Órgão de Governo e Gestão da Universidade Agostinho Neto e Unidades Orgânicas: Atribuições e Competências”, “Garantias dos Interessados por Actos e Contratos Administrativos”, “A Responsabilidade Disciplinar por Actos dos Funcionários e Agentes da Administração” e a “Especificidade do Procedimento Disciplinar e Suas Vicissitudes na UAN”.
A Universidade Agostinho Neto é uma instituição de ensino superior público, fundada em 1976. Ao longo da sua jornada, a universidade esteve imbuída na formação de quadros para desenvolverem vários sectores da vida social, económica, política e cultural.

Fonte : Mercado

Luanda - O Programa de Valorização dos Serviços Públicos, promovido pelo Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social( MAPTSS), pretende atribuir incentivo material e divulgação, através dos órgãos de comunicação social , de exemplos de excelência no atendimento público reconhecido pelos cidadãos.
Esta pretensão foi apresentada pelo director geral do Escola Nacional de Administração ( ENAD) Hugo Brás , durante o segundo painel do seminário de valorização dos serviços públicos promovido pelo Ministério da Administração Pública Trabalho e segurança social( MPTSS)em parceria com o Governo da Província de Luanda (GPL).

O programa de atribuições de incentivo material e louvor estende-se igualmente aos técnicos superiores e médios que tenham evidenciado bom desempenho na execução das tarefas que lhes forem atribuídas.

Quanto ao projecto de simplificação de actos e procedimentos administrativos, a organização vai lançar acções em áreas críticas cuja frequências e intensidade têm maior impacto na relação entre administração, cidadão e sector privado.

A pauta deontológica do serviço público vai sensibilizar os servidores públicos para a importância da prestação do exercício de uma actividade com qualidade e adopção de uma visão finalística de resultados da missão da administração.

De acordo com o Director Nacional da Administração Pública, António Afonso, todos estes projectos depois da sua implementação terão o utente como fiscalizador, mostrando satisfação ao serviço prestado.

Estes projectos serão para o bom atendimento do cidadão e imagem da instituição, nos domínios da organização, condições ambientais e de acolhimento dos utentes, referiu.

Disse que foram estudados sete projectos que serão implementado num período indeterminado.

O seminário foi aberto pelo Vice-Governador de Luanda para a Área Económica, José Manuel Cerqueira que defendeu a formação profissional, a promoção a todos os níveis.

A formação visou apresentar os mecanismos de implementação, o lançamento público do programa a nível da província de Luanda, bem como divulgar os projectos e tarefas que integram o referido programa.

Estiveram presentes no encontro os directores provinciais, administradores municipais e adjuntos, conservadores, chefes dos departamento e de repartições de identificação civil e criminal, sedeados em Luanda.

Fonte: Angop

Luanda - O Governo angolano está a realizar um Programa de Valorização do Serviço Público através de seminários, no quadro dos quais vão ser lançados livros didácticos e obras, que podem ajudar a ultrapassar constrangimentos vividos por cidadãos quando se relacionam com as áreas de atendimento dos diversos serviços publicos, informou o director da Escola Nacional de Administração (ENAD), Hugo Brás.

Em declarações à imprensa, após a abertura do Seminário sobre “ Valorização do Serviço Público”, realizado pelo Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS), em parceria com o Governo da província de Luanda, Hugo Brás ressaltou que se pretende com iniciativas de género reforçar a capacidade técnica dos funcionários afectos às áreas de atendimento ao público dos diversos serviços.

Tal, disse, visa também garantir gradualmente a sua melhoria e excelência naquilo que é a prestação desse serviço para uma maior satisfação do cidadão, do utente e do cliente desses serviços.

Considera que o encaminhamento de questões que os utentes colocam nos serviços, a questão de apresentação dos próprios serviços e de acolhimento ao utente, quando dirigem-se aos serviços públicos, são um conjunto de factores que afectam, de forma negativa, a relação entre o serviço público e o cidadão.

"A falta de capacidade técnica do funcionário público que atende o utente e a questão da gestão do tempo no atendimento aos cidadãos são alguns dos problemas existentes nos serviços publico", admitiu o responsável da ENAD, para quem o seminário tem como objectivos dar continuidade a implementação ao programa de valorização dos serviços públicos, que faz parte de um dos programas do Executivo angolano.

O tema em debate no seminário, realizado em parceria com o Governo da Província de Luanda, está virado para o cidadão, regras e técnicas de atendimento na administração pública.

No âmbito deste seminário, que se estende por todos os municípios da província de Luanda, estão já a ser agendadas actividades de género para as outras províncias.

 

Fonte: Angop

Você está aqui: Home SIAC Em destaque Notícias